Skip to main content

Os Nossos Parceiros

A Nhapúpwè coopera com vários parceiros a fim de ter o maior impacto possível e de encontrar acesso ao apoio para o seu trabalho.

 

Associação de Apoio Nhapúpwè

A Associação de apoio da Nhapúpwè – Förderverein Nhapúpwè -, sediada na Alemanha, foi fundada em 2011. O seu principal objectivo é promover o trabalho da Nhapúpwè e, assim, a qualidade do Ensino Básico em Moçambique. Métodos de ensino e aprendizagem centrados na criança e inclusivos devem ser tornados acessíveis ao maior número possível de crianças, professores e educadores. Tobias Krause, presidente da Associação de Apoio, já sentiu na sede da Nhapúpwè que a cooperação e o diálogo na equipa heterogénea é enriquecedora e uma fonte de inspiração e inovação. Ele próprio foi o primeiro voluntário através do Programa Weltwärts e trabalhou durante um ano na Nhapúpwè, em Inhambane, em 2008. Como professor de Educação Especial, continua a fornecer um valioso contributo para o trabalho pedagógico e formações da Nhapúpwè. Os outros membros da direcção, Jenny Echelmeyer e Gudrun Große Ruse também conhecem o trabalho da Nhapúpwè através de visitas privadas.

As doações são encaminhadas directamente para a Nhapúpwè em Inhambane e no final de ano são emitidos recibos de doação dedutíveis nos impostos. Através de relatórios semestrais, todos os membros da Associação de Apoio podem testemunhar como a Nhapúpwè está a desenvolver-se e que projectos foram apoiados pelos donativos.

É importante salientar que toda a direcção da Associação de Apoio trabalha numa base voluntária. Isto significa que não há “custos gerais”. Para além dos custos mínimos para o cartão anual de Natal ou encargos bancários, todos os donativos beneficiam plenamente o trabalho da Nhapúpwè em Moçambique.

Conselho de Direcção da Associação de Apoio

Tobias Krause

Jenny Echelmeyer

Gudrun Große Ruse

mobilezone Deutschland

Em 2012, a Nhapúpwè teve a grande sorte de ter contacto com a empresa Mobilezone (actualmente Powwow). Desde então, a Mobilezone tem vindo a apoiar o trabalho da Nhapúpwè com donativos regulares e apoio profissional. A construção da própria infraestrutura da Nhapúpwè, constituída por uma Pré-escola, uma Escola Primária, uma biblioteca, dois autocarros escolares, passadeiras para utilizadores de cadeiras de rodas para acesso sem barreiras e boas instalações sanitárias, foi em grande parte financiada pela Mobilezone. A Nhapúpwè conseguiu assim aumentar o número de crianças de 45, na altura, para mais de 350 hoje em dia. O reconhecimento do governo e de outras organizações em Moçambique foi também reforçado pela infraestrutura qualitativa, de modo que grandes projectos de cooperação começaram a ser implementados. No âmbito do projecto Butterfly, a Mobilezone também apoia a Nhapúpwè com aconselhamento profissional nas áreas de marketing, design, apresentação externa e aquisição de doações. O logótipo e o novo website, por exemplo, foram organizados pela Mobilezone. Os funcionários da Mobilezone também visitam Nhapúpwè como parte de um trabalho voluntário para ver o trabalho da Nhapúpwè e para fazer contribuições directas.

 

Governo de Moçambique

Um parceiro muito importante para a Nhapúpwè são as autoridades moçambicanas do sector da Educação. Estas incluem o Ministério de Género, Infância e Assuntos Sociais (responsável pela Educação Pré-primária) e o Ministério da Educação, bem como os respectivos representantes a nível provincial e distrital. Para Nhapúpwè, é importante não estabelecer estruturas paralelas, mas sim apoiar o trabalho do governo. A legitimação do seu próprio trabalho e um reforço conjunto dos seus respectivos esforços para promover a qualidade da Educação podem ser conseguidos desta forma. Em cooperação com os institutos de formação de professores, muitos professores estatais já beneficiaram da experiência da Nhapúpwè na sua formação. Juntamente com o Ministério do Género, da Criança e dos Assuntos Sociais, decisores foram formados no novo Programa Pré-escolar. As sugestões da Nhapúpwè são também incorporadas nos programas e nas próprias orientações nacionais, para que possam depois ser implementadas a nível nacional. Por exemplo, muitos dos módulos para a formação do educador nacional foram elaborados pela Nhapúpwè.

 

Organizações multilaterais (Unicef, GIZ, USAID, etc.)

Em Moçambique existem várias organizações bilaterais e multilaterais que trabalham na área da Educação. Uma vez que a Nhapúpwè só pode financiar os custos de funcionamento da sua própria Pré-escola e Escola Primária com os seus rendimentos, está dependente de doações ou cooperação com organizações financiadoras. Uma vez que a relevância e competência técnica da Nhapúpwè são bem conhecidas, muitos projectos já foram levados a cabo com vários parceiros. De 2009 a 2016, a GIZ (Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit) com o Centro de Migração e Desenvolvimento Internacional (CIM) apoiou a Nhapúpwè com um especialista integrado, de modo que o desenvolvimento organizacional e técnico foram reforçados. A capacitação de professores e o treino de formadores dos institutos de formação de professores foram também conduzidas com a GIZ. Em cooperação com a Unicef, a Nhapúpwè forneceu capacitação a professores em larga escala na Província da Zambézia, no norte de Moçambique, entre 2016 e 2018. Isto permitiu que a mais de 500 professores fossem ensinados Métodos de Ensino Activos. A USAID financiou o desenvolvimento de Módulos para diferentes graus na formação de educadores nacionais de 2011 a 2014. A Nhapúpwè está feliz por, mesmo sem muito financiamento próprio, a sua experiência e inovações pedagógicas  já terem sido transmitidas a muitas pré-escolas e escolas primárias do país.

 

Organizações e Redes Nacionais

A Nhapúpwè também trabalha com muitas organizações, associações e redes nacionais e locais. Por exemplo, a Nhapúpwè é um dos membros fundadores da Rede para o Desenvolvimento da Primeira Infância (RDPI). Pouco depois da fundação da Nhapúpwè, o governo deu prioridade à Educação Pré-escolar, pelo que muitos desenvolvimentos na primeira infância foram acompanhados pela Nhapúpwè. Ao estar presente em fóruns e redes nacionais, as actividades e medidas podem ser melhor coordenadas e alinhadas. O intercâmbio com outros actores relevantes do sector da Educação, tais como Wona Sanana, PATH International, Terres des hommes, Care e Childfund, também apoia a troca de experiências e a partilha de exemplos de melhores práticas. Actualmente, um grupo de pais está a fundar uma associação para promover a inclusão de crianças com deficiência em Inhambane e já está em intercâmbio com a Nhapúpwè. Isto facilita a identificação de crianças com necessidades especiais e a oferta de capacitação e assessoria orientada para as necessidades das escolas.

 

Programa de Voluntariado Weltwärts, BMZ, Welthaus Bielefeld

Desde o início do Programa Weltwärts em 2008, financiado pelo BMZ (Ministério da Cooperação Económica e Desenvolvimento – Alemanha) a Nhapúpwè tem vindo a receber voluntários vindos da Alemanha. O Programa pretende dar aos jovens que terminaram a escola a oportunidade de passar um ano numa outra cultura e de se envolverem na comunidade local. Os voluntários de Weltwärts na Nhapúpwè trabalham na Pré-escola e na Escola Primária, apoiam as aulas de inglês e a produção de Material Didáctico. Para a Nhapúpwè, isto enriquece a equipa heterogénea e muitas vezes podem nascer novas ideias através das diferentes experiências e perspectivas. O Programa também apoia voluntários moçambicanos para adquirirem experiências na Alemanha. Na Alemanha, o programa é organizado por vários fornecedores. Welthaus Bielefeld envia voluntários para Moçambique e África Austral, para que as pessoas interessadas possam contactá-lo.

 

Doações para Nhapúpwè

A Nhapúpwè é uma Associação sem fins lucrativos fundada por pais e professores.

O objectivo da Associação é reforçar a Educação Pré-escolar e Primária em Moçambique. A Escola em Inhambane é também utilizada como um Centro de Capacitação, Desenvolvimento de Inovações e Assessoria. Educadores, professores e outros parceiros apanham ideias de como ultrapassar desafios e implementar uma boa qualidade de Educação também no contexto de baixos recursos financeiros.

9.869 €

de 30.828 € recolhidos com 38 donativos
Butterfly 32%